1 Jun

Voluntários em cena

Os voluntários Repsol participaram nos workshops de teatro adaptado, partilhando uma jornada com pessoas com incapacidade.

Levanta-se o pano e surge em cena Adela e Miriam, duas atrizes com incapacidade, que se juntam ao ator e diretor Xabier Olza nos workshops de teatro adaptado da Fundación Repsol. Em palco demonstram que o talento não olha a incapacidades e juntos desfrutam da sua paixão: o teatro.

Nesta ocasião, a atuação tem um público muito especial, centenas de pessoas com incapacidade intelectual permanecem atentas aos movimentos destes atores. Olhares de surpresa, sorrisos e aplausos inundam o teatro.

Junto deles, a equipa de voluntários Repsol desfruta desta experiência, que tem ainda muito para oferecer. Após a representação, os espectadores, ajudados pelos próprios voluntários convertem-se nos protagonistas.

Sobre o cenário, os voluntários incentivam os participantes, orientando-os para desenvolveram diferentes exercícios de improviso juntamente com os atores, transformando os novos intérpretes em personagens bastante variadas.

Nesta edição, a equipa de voluntários participou em dois workshops celebrados em Madrid e em A Corunha, nos quais foram representadas as obras “La tierra de Jauja”, “Pagar y no pagar” e “La Máscara”, de Los Pasos de Lope de Rueda. Antes de participar na atividade, os voluntários assistem a uma formação prévia sobre técnicas teatrais para pessoas com incapacidade.

Raquel, uma das voluntárias dos workshops de Madrid, destaca a oportunidade de viver esta experiência. “Na verdade, admiro as pessoas com incapacidade que participam nesta iniciativa, têm uma capacidade de adaptação que é realmente de louvar”. Raquel, além disso, participou em diversas atividades de Voluntariado Repsol, “não se consegue contar, é preciso sentir. São experiências que por muito que sejam descritas apenas se compreende efetivamente o quanto são gratificantes quando as vemos”.

Este é o sétimo ano que a Fundación Repsol organiza estes workshops juntamente com a Varela Producciones e a Cía. de Blanca Marsillach, e é o terceiro ano em que participam voluntários, promovendo uma cultura inclusiva.

Se quer saber mais sobre esta ou outras iniciativas do Voluntariado Repsoltorne-se voluntário e descubra como pode ajudar a conseguir um futuro melhor.

0